Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

ANÓNIMO SAUDITA INSTALA FRIGORÍFICO NA RUA PARA ENTREGA DE SOBRAS PARA CARIDADE

Mäyjo, 29.06.15

Anónimo saudita instala frigorífico na rua para entrega de sobras para caridade

Um cidadão da cidade de Hail, na Arábia Saudita, encontrou uma ideia interessante de fazer chegar alimentos às pessoas que mais precisam e que muitas vezes têm vergonha de pedir. Assim, este anónimo instalou um frigorífico no seu bairro – mesmo em frente à sua casa – encorajando as pessoas com mais posses a deixarem refeições lá dentro.

A ideia chegou aos media internacionais quando o religioso saudita Sheikh Mohammad Al Araifi elogiou o acto na sua conta do Twitter, acrescentando-lhe uma foto: “Sempre disse que as pessoas de Hail são generosas. Um homem pôs um frigorífico em frente a casa para as sobras de comida; um acto indirecto de caridade para quem mais precisa”, explicou o religioso, citado pela BBC.

Segundo a Gulf News, a ideia foi bem recebida pelos seguidores de Al Araifi no Twitter. “A ideia deveria ser adoptada e todas a grandes mesquitas do país deveriam colocar frigoríficos para levar e distribuir comida”, disse um dos seguidores.

Ainda de acordo com a Gulf News, a ideia poderá ser exportada para o Bahrain já em Junho. “É um grande acto de caridade que pode fazer as pessoas felizes e satisfeitas. Há o factor comida, mas há também uma dimensão espiritual, sobretudo durante o mês sagrado em que as pessoas estabelecem grandes actos de caridade”, explicou um cidadão do Bahrein ao jornal.

"Uma Árvore pela Floresta"

Mäyjo, 05.09.14

 

«Os CTT e a Quercus estabeleceram uma parceria que vai permitir florestar com espécies vegetais autóctones algumas zonas do nosso País mais afectadas pelos incêndios. Para isso basta a qualquer pessoa comprar o kit “Vale uma Árvore” numa loja dos CTT até 31 de Outubro, que será depois plantada pela Quercus em áreas classificadas do Norte e Centro de Portugal. É a campanha “Uma Árvore pela Floresta”.
 
Com esta campanha, pretende-se a criação de bosques autóctones que oferecem uma maior resistência à propagação dos incêndios e são melhores para amenizar o clima, promover a biodiversidade, proteger a nossa paisagem, a água e os solos.
 
O custo de cada árvore é de 3 euros e reverte totalmente para os custos do projecto, não havendo qualquer limite ao número de árvores que podem ser apadrinhadas. No momento da compra, é entregue um pequeno kit ao comprador, composto por uma “árvore” em cartão reciclado e um código. A “árvore” de cartão serve de lembrança e pode ser oferecida. O código serve para registar a árvore com o nome da pessoa que comprou o kit. A Quercus irá plantar a árvore verdadeira antes da Primavera de 2015, e vai comunicar a espécie e o local de plantação a cada comprador. Para consultar a evolução do bosque onde foi instalada e acompanhar todo o projecto basta ir até à página: http://umaarvorepelafloresta.quercus.pt/.
 
...
 
Será usado preferencialmente o viveiro florestal do Centro de Educação Ambiental da Sra. da Graça (CEASG), localizado no Sabugal, que está sob gestão do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. (ICNF). Tendo em consideração as áreas onde é expectável plantar, seleccionaram-se 28 espécies que poderão ser utilizadas na criação dos bosques, entre as quais se destacam: o Carvalho-alvarinho (Quercus robur), o Carvalho-negral (Quercus pyrenaica), o Sobreiro (Quercus suber), a Azinheira (Quercus rotundifolia), o Freixo (Fraxinus angustifolia), o Azevinho (Ilex aquifolium), o Azereiro (Prunus lusitanica ssp. lusitanica) e o Medronheiro (Arbutus unedo).
 
Estas árvores podem ser adquiridas em 210 lojas dos CTT. A lista completa das lojas pode ser consultada aqui.»

Fonte e mais informação em: http://umaarvorepelafloresta.quercus.pt/

Banco de Partilha Social

Mäyjo, 21.01.14

Em 2014 arranca o Banco de Partilha Social (BPS), um projeto de cidadania participativa destinado a apoiar pessoas idosas e a criar postos de trabalho em Portugal.

Como funciona? Quem quiser contribuir, deposita 20 euros por ano no BPS; o valor do dinheiro será mais tarde devolvido em produtos hortícolas. Enquanto isso, o dinheiro servirá para criar uma rede de apoio a idosos, e de hortas sociais, dando trabalho a jovens desempregados.
Se quiser participar, pode fazer uma pré-adesão no site do BPS: http://www.bancodepartilha.org/.
Pode também seguir o desenvolvimento no projeto na página Facebook:  https://www.facebook.com/BancodePartilha
Este vídeo da reportagem no Porto Canal (abaixo), ou este na RTP, explicam melhor como funciona.




Luís Miguel Figueiredo, mentor deste Banco de Partilha Social, esteve envolvido, através da Forever Kids, na ajuda a crianças do Haiti, após o terramoto de 12 de janeiro de 2010, na ajuda ao regresso de 40 cidadãos romenos ao seu país em 2011, e numa rede de transporte para idosos em Cinfães em 2012.

 

in:sustentabilidadenaoepalavraeaccao.blogspot.pt

EMBRULHE AS PASTILHAS ELÁSTICAS

Mäyjo, 04.10.09

Recebi este e-mail que considerei relevante partilhar, pois este espaço é pró-activo!

EMBRULHE AS PASTILHAS ELÁSTICAS ANTES DE DEITAR FORA!

Atraídos pelo cheiro adocicado e pelo sabor de fruta, os passarinhos tentam comer restos de pastilhas elásticas deixadas, irresponsavelmente, em qualquer lugar. Ao sentirem a pastilha colada no seu bico, tentam, desesperados, retirá-lo com os pés... E aí, acontece o pior: acabam sufocados.

Por favor, embrulhe a pastilha num pedaço de papel e deite-o no lixo. Passe esta mensagem!

Seja você também consciente e ajude a Natureza!

Há tanta coisa simples que podemos fazer para evitar tanta coisa assustadora!
Esta é uma delas...                             

 
 

 

Vamos limpar Portugal

Mäyjo, 07.09.09

 

Recebi um e-mail de uma amiga que me propunha aderir a mais um desafio: limpar Portugal (as nossas matas) do lixo aí ilegalmente depositado.
Mais uma vez, e como não podia deixar de ser, este blog associa-se à ideia e aqui deixo mais esse repto.


Em 2008, um movimento cívico na Estónia resolveu lançar uma campanha de limpeza do país.
Conseguiram juntar mais de 50.000 pessoas (a Estónia tem apenas um milhão e meio de habitantes) que limparam o país em apenas 5 horas.
 
Existe um vídeo que podem ver sobre esta iniciativa: http://www.youtube.com/watch?v=A5GryIDl0qY

Em Portugal está em marcha uma iniciativa semelhante que merece o apoio e a colaboração de todos. Basta inscreverem-se no site e descobrir a forma como podem participar e colaborar activamente.
 
Dá algum trabalho, muito mais do que ficar sentado a criticar tudo e todos. Mas o esforço vale a recompensa de vivermos num país mais limpo.

Está criada a rede social que irá gerir as equipas em:
http://limparportugal.ning.com/

O site com a localização das "lixeiras" :
http://es.wikiloc.com/wikiloc/user.do?name=limparportugal


Este movimento não pode parar.
 
 
Para já, é preciso divulgar a iniciativa.